Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Novas obras irão melhorar infraestrutura de dez campi do IFPI

Notícias

Novas obras irão melhorar infraestrutura de dez campi do IFPI

publicado: 23/01/2018 09h29 última modificação: 23/01/2018 09h29
Exibir carrossel de imagens As obras serão realizadas nos campi Angical, Corrente, Dirceu Arcoverde, Floriano, José de Freitas, Oeiras, Parnaíba, Pedro II, Picos e Teresina Zona Sul

As obras serão realizadas nos campi Angical, Corrente, Dirceu Arcoverde, Floriano, José de Freitas, Oeiras, Parnaíba, Pedro II, Picos e Teresina Zona Sul

Na próxima quinta-feira, 25, o reitor Paulo Henrique Gomes de Lima assinará ordens de serviço para a realização de obras em dez campi do Instituto Federal do Piauí (IFPI). A cerimônia de assinatura será às 8h30, no auditório Maestrina Clóris de Oliveira do Campus Teresina Central.

Para o reitor Paulo Henrique Gomes de Lima, o objetivo dos investimentos é fazer com que os alunos e servidores dos campi tenham estrutura física cada vez mais adequada e confortável para desenvolver suas atividades acadêmicas. “Todas as obras foram planejadas no sentido de garantirmos à comunidade melhorias na prestação das ações de ensino, pesquisa e extensão do IFPI”, ressalta. 

As obras serão realizadas nos campi Angical, Corrente, Dirceu Arcoverde, Floriano, José de Freitas, Oeiras, Parnaíba, Pedro II, Picos e Teresina Zona Sul. De acordo com o pró-reitor de Desenvolvimento Institucional, Antônio de Pádua Alves Pinto, no total, serão investidos mais de sete milhões de reais em 11 obras, que vão de reformas gerais a construções de novos espaços.

Nos campi Angical, Dirceu Arcoverde e José de Freitas serão promovidas reformas gerais a fim de adequar e adaptar o ambiente físico dessas unidades. Já em Picos e Parnaíba serão construídos novos refeitórios, que terão capacidade de atender, diariamente, até 800 alunos por horário de funcionamento.

A comunidade do Campus Floriano também será beneficiada com a construção de um novo bloco de salas de aula e laboratórios. Todo o projeto contempla a construção de 27 salas de aula, seis laboratórios, além de salas para atividades administrativas. Inicialmente, serão construídas nove salas de aula e dois laboratórios, e também será feita a urbanização no entorno do prédio.

Outra obra cuja ordem de serviço será assinada é a de construção do Centro de Gastronomia do Campus Pedro II, que conta com emenda, no valor de 500 mil reais, do deputado federal Heráclito Fortes. O local será o primeiro centro especializado da área no Piauí e contará com laboratórios inteiramente equipados para realização de aulas práticas e teóricas. “A construção do Centro será fundamental para implantarmos, ainda em 2018, o curso superior de Tecnologia em Gastronomia”, conta o diretor geral do Campus Pedro II, Raimundo Nonato Alves da Silva.

Também serão executadas a reforma nos laboratórios do Campus Oeiras, reforma e adaptação do laboratório de Química do Campus Picos, a construção do almoxarifado do Campus Teresina Zona Sul e uma obra para captação e reserva de águas pluviais no Campus Corrente.

Campus, obra e valor investido

Angical Reforma do Campus R$ 182.384,63
Corrente Captação e reserva de águas pluviais R$ 141.934,11
Dirceu Arcoverde Reforma e adequação do Campus R$ 206.137,77
Floriano Construção de bloco de salas de aula e laboratórios R$ 2.418.327,35
José de Freitas Reforma e adequação do Campus R$ 263.768,68
Oeiras Reforma dos laboratórios R$ 225.220,54
Parnaíba Construção de bloco para refeitório R$ 1.411.798,43
Pedro II Construção do Centro de Gastronomia R$ 668.645,17
Picos Construção de bloco para refeitório

Reforma e adaptação laboratório de Química
R$ 1.372.822,43

R$ 180.840,01
Teresina Zona Sul Construção do Almoxarifado R$ 105.920,47